Home Agenda Cápsulas Publicações Fale Conosco
Contact Us
Links Livros Mapa do Site

 

 

 
 
 

 

 

Visitas 2016 Moreira Jr

RBM Revista Brasileira de Medicina

Moreira Jr Editora nas redes sociais

Baixar revista Flip,
impressão de artigos

Seção Médicos

Login | Esqueci a senha

Cadastro

 


BUSCA

 
 

Fique conectado:

       

       

Normas de Publicação

Enviar artigo para publicação

     

Publicidade
 

MAMOGRAFIA 3D
Já está aprovado pela Anvisa o uso de C-View, um software que utiliza as imagens da tomossíntese (mamografia 3D) e produz imagens mamográficas em duas dimensões, sintetizadas, sem necessidade de uma nova radiação e sem que a paciente tenha de fazer a mamografia convencional. O recurso melhora o diagnóstico da doença, com todas as vantagens da tomossíntese e da mamografia em duas dimensões, reduzindo os níveis de radiação aos quais a paciente costuma ser submetida.

Com a tomossíntese, cada imagem representa uma fatia de um milímetro da mama, eliminando a sobreposição dos tecidos. Com isso, obtém-se melhor definição das bordas das lesões, melhor detecção de lesões sutis e melhor localização da lesão na mama. Isto possibilita que o câncer seja detectado numa fase muito precoce e em mamas densas e heterogêneas.


DOENÇA DE POMPE

Os ex-atletas Zico e Juninho Pernambucano e o ator e dançarino Mineirinho de Maceió são os padrinhos da Campanha Nacional de Conscientização sobre Doença de Pompe, patologia rara que afeta o tecido muscular e compromete, principalmente, os músculos esqueléticos.

A terceira edição desta campanha, realizada durante todo o mês de junho, tem como tema Tempo é músculo, e músculo é vida. Trata-se de uma iniciativa da Academia Brasileira de Neurologia (ABN) que tem como objetivo informar a população sobre a enfermidade, capacitar os profissionais da saúde para reconhecer os principais sinais clínicos e reforçar a importância do diagnóstico precoce. Os sintomas mais comuns da Doença de Pompe são fraqueza muscular, fadiga, escoliose, falta de ar, câimbras e dor muscular crônica.
Por ser uma patologia rara, o diagnóstico é, na maioria dos casos, tardio, levando um tempo médio de 14 anos para confirmação precisa. A incidência mundial da doença é de um para cada 40 mil nascimentos vivos. No Brasil, existem cerca de 120 pacientes identificados.


DIA ESTADUAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DA HIPERCOLESTEROLEMIA FAMILIAR
A data 21 de maio foi escolhida para ser o Dia Estadual da Conscientização da Hipercolesterolemia Familiar, com o intuito de chamar a atenção dos paulistanos sobre esta doença, que pode levar a infarto e AVC precocemente.

Uma de cada 200 pessoas sofre de hipercolesterolemia familiar, daí a necessidade de se divulgar a importância da medição do colesterol, como forma de prevenir a ocorrência da doença.

Para melhor informar à população, matérias e artigos relacionados à doença,, além de campanhas e inscrição online para os interessados podem ser acessados pelo site www.ahfcolesterol.org


CIRURGIÃ BRASILEIRA É PREMIADA NOS EUA
A cirurgiã Angelita Habr-Gama foi premiada nos Estados Unidos pela Sociedade Americana de Cirurgiões de Colo e Reto (EUA) por uma pesquisa para tratar pacientes com câncer de reto sem cirurgia.

A pesquisa contou com mais de 600 pacientes, atendidos ao longo de 23 anos, e mostrou que o tratamento combinado de rádio e quimioterapia consegue eliminar o tumor, ou seja, reduz a necessidade de cirurgia e de colostomia em mais de 50% dos casos.

Este tratamento, que por muito tempo foi visto com desconfiança, agora recebeu o prêmio ‘o melhor estudo de 2013’ e está sendo estudado no mundo inteiro.
Angelita foi uma das primeiras mulheres a fazer residência na área de cirurgia na Faculdade de Medicina da USP e a primeira mulher a cursar pós-graduação do St. Mark’s Hospital (Inglaterra).


CENTRO DE EXCELÊNCIA EM PESQUISA BÁSICA ORIENTADA
Um acordo de cooperação entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e a GlaxoSmithKline resultará na criação de um Centro de Excelência em Pesquisa Básica Orientada, localizado em São Paulo.

O propósito do Centro será estimular o avanço da pesquisa básica e o potencial desenvolvimento de fármacos que possam responder a necessidades médicas não atendidas. Serão aplicados recursos para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de doenças respiratórias, doenças metabólicas, imunologia-inflamação e antibacterianos-antivirais.

A estimativa é que o Centro comece a operar em 2015. A chamada de propostas está disponível no endereço: www.fapesp.br/8727.



<<anterior próxima>>
     
SEÇÕES:  Artigos Médicos | Agenda | Cápsulas Expediente  |  Fale Conosco/Contact Us Mapa do Site  |  Publicidade
Moreira Jr Editora 2013
Todos os direitos reservados.